27.1.09

Desencavando

O blog anda meio parado por conta da loucura de aprontar meu roteiro para o Festival de Berlim (mais detalhes em breve), então aproveito a aprovação da Constituição Moraleista na Bolívia esse domingo para desencavar uma conversa que tive com Morales dias antes da eleição que o consagrou como presidente.

É sempre bom lembrar que ele prometeu confusão desde o início. Cumpriu sua palavra.

"Evo Morales está de tênis, jaqueta pesada de couro e o topo de sua cabeça é um formidável capacete de cabelo índio muito negro. Parece um pouco tenso. Fala baixo ao celular meio remendado olhando pela janela da sacada os muitos repórteres que o esperam no saguão do hotel e, por cima do próprio ombro, uns poucos que estão mais perto, apenas alguns degraus abaixo."
O resto – inclusive um entrevero com o entonces casi flamante líder boliviano – você lê aqui.

2 comments:

Viviane said...

sobre o futuro defunto caro pi, ai vao duas ideias: a primeira e q o cara pode ser morto por uma bala envenenada com veneno de cobra.se vc atirar abaixo do joelho nunca vai ser tentativa de homicidio, vai ser julgado por agressao. ja pensou? matar um cara com tiro no pe? a outra eu digo depois. luiz duarte.

Renata said...

Volta!!!!