26.10.07

Epahêia!

A ânsia de falar mal de Che é tão grande que até revistas sérias começam a acreditar na vida após a morte.

Num despacho em que alega que o culto a Che sofre uma baixa, a revista americana Foreign Policy garante: Che colaborou na perseguição de homossexuais e vítimas da AIDS.

Bom, levando em conta que ele morreu em 1967 e que os primeiros casos registrados da epidemia datam do fim da década de 70, só se foi com ajuda de médiums. Quem se candidata a cavalo de Che aí?

* Adendo de horas depois: deram uma corrigida, mas a emenda é pior que o soneto. O cara realmente quis dizer isso.

4 comments:

Anonymous said...

tá tendo uma expo do che aqui em barcelona e lembrei de vc. vou ver se pego um folheto, se vc prometer nao fazer auto-analise comigo. bjs.

Douglas said...

Prometido. Bom saber que ainda tenho três leitores. :-)

ricardo cutz said...

4 eu acho.
mas tá na hora de vc trocar de assunto. Você viu uma porrada de filme em Sp e não temos nem uma palhinha?

Douglas said...

Tem toda razão. Já estamos trabalhando para melhor servi-lo.